NEDA

O NEDA (Núcleo de Estudos de Direito Alternativo) foi criado em 1997, na UNESP/Franca, com o intuito de estudar a Teoria Crítica do Direito, e posicionar-se perante a reprodução acrítica de um direito utilizado como instrumento de manutenção das desigualdades sociais. Tem renome no país e é citado por livros. A UNESP, nesse sentido, está privilegiada, porque é uma das poucas universidades que oferecem grupos que estudam o Direito por essa perspectiva crítica, além da UFSC, UnB, USP, Unisinos etc.

O grupo enxerga que o fenômeno jurídico é um processo histórico em transformação, impulsionado pelos conflitos sociais, e influenciado, ainda, pelas tendências políticas e econômicas da sociedade. Desta forma, acredita que somente uma perspectivainterdisciplinar e aliada às práticas dos movimentos sociais pode trazer elementos construtores de um jurista como agente da justiça social. Assim, o NEDA se propõe a estudar o Direito não de forma descolada da sua realidade, mas compreendendo também seus aspectos sociológicos, antropológicos, políticos, econômicos, filosóficos e até mesmo pedagógico.

Hoje, o grupo é formado em sua maioria por estudantes da graduação da UNESP/Franca e coordenado pelo Professor Livre Docente e Promotor de Justiça Antônio Alberto Machado (UNESP/Franca) e pelo Professor Doutor David Sánchez Rubio (Universidad de Sevilla/Espanha).

O grupo faz reuniões semanais para debater o direito sob uma perspectiva crítica, com enfoque sociológico e filosófico, através de leituras dirigidas determinadas por um plano de estudos. Também realiza, uma vez por semestre, um curso de formação para seus integrantes, com professores e grupos de estudos e extensão convidados. Com o intuito de expandir seus debates e dialogar acerca de suas reflexões com a universidade e com a comunidade da região, já realizou vários simpósios e um congresso nacional, dentre outros eventos anuais. O grupo possui, ainda, uma revista on line, Revista “O Direito Alternativo”, que conta com renomados pesquisadores em Teoria Crítica do Direito em seu quadro de avaliadores e colaboradores. Neste ano, o grupo realizará eventos acadêmicos para comemorar os 15 anos de fundação.

Buscando uma prática política cotidiana, e acreditando ser a extensão um espaço de formação privilegiado em que a universidade pode extrapolar seus muros e dialogar com os atores sociais, o grupo desenvolveu extensão comunicativa por vários anos.

Todos estão convidados a participar das reuniões – que ocorrem às terças e quintas-feiras das 17:00 às 19:00 horas no Campus Novo da UNESP – e, especialmente, das oficinas de apresentação do grupo, que serão divulgadas na primeira semana de aulas.

Fonte: Manual do Bixo 2012